música clássica

Loading...

CINEMA, MÚSICA, PINTURA

Este Blog é produzido e dirigido por:



Denison Souza, arte-educador, escritor free lancer;

meu trabalho já foi publicado no Jornal do Recôncavo e Correio da Bahia

sábado, 14 de junho de 2014

Barry Lyndon

Barry Lyndon, filme de Stanley Kubrick. 
A historia mostra um rapaz nascido em familia razoável, do interior da Irlanda, tentando se virar como pode numa sociedade dificil de se adaptar sendo honesto ou ético. 
Com indumentaria original, os chapéus de Lady Lyndon, tecidos verdadeiros, ambientes luxuosos, momentos românticos, de ação e de suspense de tirar o fôlego tamanha a perfeição no timing, paisagens deslumbrantes, trilha sonora perfeita para as cenas e fotografia/iluminação impecáveis, barry lyndon é um dos mais belos filmes de época já feitos!
1 Meia hora: na sua terra natal, Nora e o Capitao Quin. Amor inocente. Fotografia barroca, luz natural com sombras 7, 9;
2 meia hora: suas andanças e aventuras ate dublin: o assalto o faz perder a inocencia, pensa em ganhar algo com o recrutamento; entra o regimento, vem as batalhas, nessa parte começa a fotografia tipo LaTour, com velas e fogueiras. Aqui acontece a morte do maior amigo e a deserçao. Barry vai ganhando malicia. A seduçao da bela Lischen. 
3 meia hora: a chegada do Capitão Potzdorf na vida de Barry é a primeira coisa importante a acontecer nessa meia hora. A descoberta da deserção e o recrutamento na infantaria prussiana, aqui Barry se torna uma pessoa sem inocencia. Aprende más condutas. O salvamento do Cap. Potzdorf faz este se tornar amigo de Barry. E este é recompensado passando a trabalhar como espião em altas esferas sociais. Vigiar o Chevalier, conterraneo, que passará a ser seu maior amigo. Aqui ele aprende a se virar como pode e entra no universo do jogo de cartas e seus truques sujos. De forma genial, sem docs e pasaporte, levado por dois oficiais prussianos, Barry atravessa a fronteira em direção à sua liberdade. 
4 meia hora: esta meia hora é dominada pela dupla de jogadores profissionais de cartas por todas as cortes européias. Barry e seu amigo o Chevalier. Nesse capitulo Barry perde toda esperança no amor romantico e passa a caçar uma mulher rica. Dai surge em sua vida a Condessa de Lyndon. Neste cap Barry tenta caçar a condessa de toda forma. Mesmo com toda perda da inocencia, Barry não perde a inocencia no olhar, que agora se tornou uma arma a seu favor. Barry se casa com a Condessa e se torna Barry Lyndon. Seu unico obstaculo: o filho ciumento de Lady Lyndon, o qual trará sua desgraça. Nasce o filho do casal e Barry se entrega às orgias extra conjugais. Nesta meia hora as cenas de nudez artistica sao de uma pureza esplêndida. 
5 meia hora: continua no ritmo leve e rico em luxo do anterior. A mãe de Lyndon o desperta para o fato de ele precisar do titulo de Lorde. O filho da Lady se torna adulto e Brian, o filho do casal, morre num acidente.  Lyndon torra quase toda a fortuna da Condessa para tentar comprar o titulo de Lorde. Mas, nao consegue devido ao seu mal comportamento. O ódio entre Barry e o filho mais velho da Condessa apenas cresce. 
6 a ultima meia hora é dominada pela bebedeira de Lyndon, a despedida do tutor e da tentativa de suicídio de Lady Lyndon. O duelo entre Barry e o filho mais velho da Condessa é o climax de todo o filme, um dos momentos de suspense mais glorioso da carreira de Kubrick. O final mostra um Barry Lyndon cheio de dividas, tendo de deixar a Inglaterra, pobre, sem herdeiros e com a perna amputada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário