música clássica

Loading...

CINEMA, MÚSICA, PINTURA

Este Blog é produzido e dirigido por:



Denison Souza, arte-educador, escritor free lancer;

meu trabalho já foi publicado no Jornal do Recôncavo e Correio da Bahia

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Como definiríamos a importância de uma cidade? E quais as 10 cidades mais importantes?

Poderíamos levar em consideração as cidades mais populosas do Mundo para julgá-las como as mais importantes; neste contexto teríamos, em ordem, a Cidade do México, São Paulo, Nova York, Xangai, Cairo, Buenos Aires, Tókio, Calcutá, Bombaim, Seul, Los Angeles, Pequim, Rio de Janeiro, Jacarta (Indonésia) e empatando praticamente com a mesma população: Londres, Paris e Moscou; mas muitas cidades relevantes ficariam de fora desta seleção, sendo, portanto, um tanto quanto injusto seu critério.
Poderíamos considerar apenas as cidades dos países mais ricos, influentes e desenvolvidos do Mundo, que, em ordem, seriam Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Canadá e Rússia, mas ainda assim estaríamos sendo parciais quanto à seleção. Para definirmos a importância de uma cidade proponho levarmos em conta a atividade humana presente no complexo metropolitano; a atividade humana numa cidade reveste-se de aspectos diversos: políticos, econômicos, culturais, artísticos, esportivos, religiosos, científicos, turísticos, comunicação e transporte.


Às vezes, também uma cidade pode entrar em nossa lista pela sua tradição histórica, mesmo que não seja mais tão influente em nossos dias, como Viena ou Veneza, por exemplo. Vamos considerar agora, inserido neste contexto rigoroso, as cidades mais importantes em todos os continentes, para depois definirmos as 20 cidades mais importantes do Mundo, para, finalmente, chegarmos até as 10 mais importantes, numa seleção restrita.

África - Três cidades são importantes neste continente se considerarmos este critério. Pretória e Bionfonten, na África do Sul e Cairo, no Egito.

América Central - Apenas a cidade de Cuba, em Havana, é importante.

América do Sul – Buenos Aires, Santiago, São Paulo e Rio de Janeiro são cidades importantes.

América do Norte – Montreal e Ottawa, no Canadá e Cidade do México, no país de mesmo nome. Nos Estados Unidos, por ser uma superpotência, várias cidades são importantes neste aspecto: Chicago, Nova York, Los Angeles, Indianápolis, Detroit, Cleveland, Filadélfia, Seattle, São Francisco, Dallas, Houston, Phoenix, San Diego, Miami, Denver, Baltimore, Washington DC, Boston e Memphis.

Ásia – Muitas cidades são importantes na Ásia: Jerusalém, Bagdá, Seul, Ancara. Na China temos Pequim e Hong Kong, na Índia temos Bombaim, Nova Delhi e Calcutá, no
Japão temos Tókio, Nagoya, Osaka, Kyoto e Shikoku.

Europa – Na península escandinava: Estocolmo em primeiro lugar, depois Helsinque, Oslo e Copenhagen;
Na península ibérica: Lisboa e Porto, em Portugal; Madri, Valencia, Andorra e Barcelona, além de Málaga, Córdoba, Sevilha e Zaragoza, na Espanha;
Na península itálica: Vaticano, Roma, Florença, Veneza, Milão, Nápoles e Bolonha.
No resto da Europa: Londres, Manchester, Birminghan, Stuttgart, Frankfurt, Leipzig, Munique, Berlim, Praga, Moscou, São Petersburgo, Bruxelas, Budapeste, Varsóvia, Viena, Amsterdã, Istambul, Atenas, Nice, Mônaco e Paris.

Austrália – A capital da Austrália, Canberra, é uma cidade muito importante, mas a cidade de Sidney se eleva como o foco de atenção internacional e é uma das mais importantes do Mundo.

De todas estas cidades, selecionaremos 20 cidades, apenas:
Nova York, Los Angeles, Chicago, Montreal, Cidade do México, São Paulo, Londres, Paris, Berlim, Milão, Roma, Barcelona, Madri, Viena, São Petersburgo, Moscou, Cairo, Sidney, Tókio e Hong Kong .

As 10 mais:
Nova York, Los Angeles,
Londres,
Paris,
Berlim,
Milão, Roma,
Madri,
Moscou,
Tókio.

Somente os Estados Unidos e a Itália possuem o privilégio de entrarem com duas cidades nesta lista restrita. Se fosse restringir um pouco mais eu deixaria apenas Nova York, Paris, Londres, Roma, Berlim e Tókio.

Denison Rosario

Nenhum comentário:

Postar um comentário